24 de fevereiro de 2017

Moda consciente: o que é e como apoiar?

   
     Hoje eu tô aqui pra falar sobre um assunto muito importante, que tem cada vez ganhado mais força (ainda bem!) e que eu amo e me interesso muito! Moda consciente. Já ouviu falar?
     A Moda Consciente, como o próprio nome sugere, é, quando você for comprar um roupa nova, ter consciência de todo o impacto social e ambiental que essa peça causa.
     Mas o que isso quer dizer?
     Para uma peça ser produzida, tem um processo bem longo envolvido: matéria-prima (material retirado do meio ambiente para ser utilizado), mão de obra, tecnologias investidas, etc. Todos esse elementos interferem no valor final da peça.
     Precisamos ter consciência de que ao comprar aquela peça estamos incentivando e financiando todo esse processo de produção, que muitas vezes não é justo e utiliza de trabalho escravo, por exemplo; e que essa matéria prima veio de algum lugar, foi retirada da natureza. Ter consciência que estamos incentivando a produção de lixo ao comprar grandes quantidades de roupas, sem necessidade, apenas por consumismo.
     A Moda Consciente envolve se preocupar com o pré e o pós-consumo (Como essa peça foi produzida? O que irá acontecer com ela após eu descartá-la?); reduzir o consumo e evitar o desperdício e acumulo de roupas; incentivar e dar valor as empresas nacionais, valorizando nossa economia e nosso trabalho. Aumentar o tempo de uso das peças, e não apenas consumir, logo depois descartar e consumir novamente.
     Caso vocês queriam ler mais sobre essas definições, e a diferença de Moda Sustentável, Moda Ética e Moda Consciente, sugiro esse artigo.
     Duas grandes maneiras de promover esse movimento incrível é comprando em brechós e aderindo ao upcycling.
     Os brechós estão tomando muita força, e cada vez a gente vê mais deles e mais gente consumindo lá! E isso é ótimo! Além de todos os benefícios da moda consciente citados acima, conseguimos encontrar peças de qualidade, estilosas e únicas por um preço muuuuito menor.
     Mas, se você ainda não está convencido a aderir a essa prática maravilhosa, sugiro que assista esse vídeo do canal Afros e Afins. Além de tratar de outros assuntos muito importantes, lá a Nataly Neri faz vários vídeos sobre esse tema, com dicas para comprar, looks que ela monta, etc. (procurem por vídeos um pouco mais antigos no canal que tem um monte!).

    
     Já o upcycling é nada mais, nada menos, que customizar suas roupas. Em vez de descartar aquela peça que você não usa mais porque não combina com seu estilo, dê uma cara totalmente nova a ela! Corte, acrescente acessórios, pinte... O importante é não desperdiçá-la! Caso você não tenha muita habilidade com isso, ou quer uma mudança mais complicada, procure uma costureira. Não vai sair caro e você estará incentivando o trabalho local <3
    Antes de finalizar, quero indicar mais dois artigos muito bons sobre o assunto, caso você se interessem: O que significa consumir moda de forma mais consciente (tem várias dicas e hábitos pra incorporarmos no nosso dia a dia para um consumo mais consciente) e Sete portais sobre consumo consciente e moda sustentável.
     
     Espero que esse post tenha mostrado a vocês uma maneira diferente de consumir, se vestir e ver a moda. Linkei vários outros conteúdos para que vocês possam entender melhor sobre a causa e se apaixonar ainda mais, ok? É incrível como saber e apoiar esse tipo de iniciativa faz uma diferença enorme na nossa vida (e de muitas outras pessoas!) e muda nossa maneira de enxergar o mundo.
     Comentem aqui: Já conheciam a Moda consciente? Já aderiram a ela? Tá afim de aderir? Beijão :*